Lula ignora protesto de arrozeiros em Roraima

Cerca de 50 arrozeiros descontentes com a demarcação das terras indígenas Raposa Serra do Sol entraram em conflito com a Polícia Federal em frente ao aeroporto de Boa Vista. Os manifestantes não foram vistos pelo presidente Luiz Inácio Lula da Silva, que está na capital de Roraima para a inauguração do terminal de passageiros do aeroporto.

Agência Estado |

A fazendeira Regina da Silva segurava um cartaz com cópias de multas do Ibama no valor de R$ 7 milhões por ocupar terras indígenas. "Nós não temos para onde ir. Estão entregando nossas terras", afirmou.

Lula, indiferente ao protesto, inaugurou hoje o terminal de passageiros do aeroporto de Boa Vista e seguiu para a cidade de Bonfim, a 130 km da capital, onde terá uma reunião bilateral com o presidente da Guiana, Bharrat Jagdeo.

A obra do terminal foi um investimento do Programa de Aceleração do Crescimento (PAC) de cerca de R$ 9 milhões e ampliou a capacidade operacional do aeroporto de 270 mil para 330 mil passageiros por ano.

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG