RIO DE JANEIRO - A ministra-chefe da Casa Civil, Dilma Rousseff, afirmou nesta terça-feira que o governo Lula ganha de 400 a zero do governo de Fernando Henrique Cardoso, em resposta a críticas feitas pelo ex-presidente e pelo governador de Minas Gerais, Aécio Neves. Segundo ela, até 2002 o Brasil estava estagnado e é uma covardia comparar o governo FHC com o de Lula.

"Tudo o que a oposição não quer é que nós comparemos o governo do presidente Lula com o governo anterior, porque o governo anterior perde de 400 a zero. Na crise, eles aumentavam tributo, juros, reduziam investimento e deprimiam o Brasil. Nós diminuímos juros, tributos e aumentamos investimentos", disse a jornalistas na cerimônia de batismo de um navio em Niterói.

A ministra e pré-candidata do PT à Presidência da República afirmou que o atual governo pegou o gosto de fazer analogias com a gestão tucana.

"Eu entendo perfeitamente o nervosismo da oposição... Agora pegamos o gosto da comparação. Tudo o que nós queremos é comparar. O nosso povo sabe comparar na própria carne, no testemunho da sua vida cotidiana."

Dilma também disse que o avanço do País depende da continuidade do governo Lula. "Juntos vamos mudar a trajetória do nosso País. O presidente Lula já começou a mudar. Para nós, a continuidade do governo do presidente Lula significa avançar cada vez mais", disse.

"O pré-sal abre uma perspectiva muito grande para o Brasil e vai gerar milhões de empregos".

Leia mais sobre: Dilma - Lula - FHC

    Leia tudo sobre: lula
    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.