SÃO PAULO - O ex-presidente Fernando Henrique Cardoso disse nesta quarta-feira que o presidente Luiz Inácio Lula da Silva ficaria desmoralizado se aceitasse concorrer a um terceiro mandato depois de tudo que ele disse. O ex-presidente declarou que um terceiro mandato seria um mandato indefinido.

"Um mandato indefinido é abrir as portas para o autoritarismo, para o personalismo", afirmou. FHC deu as declarações ao chegar para a reunião da Comissão Latino-Americana sobre Drogas e Democracia, fundada por ele e pelos ex-presidentes da Colômbia, Cesar Gaviria, e do México, Ernesto Zedillo.

Ainda de acordo com Fernando Henrique a mudança de um país "não é feita só por um homem, um partido". Ele defendeu que podem haver alternância de partidos com continuidade de políticas. "O PT que parecia que ia mudar tudo que eu tinha começado, não o fez", comparou.

O ex-presidente evitou comentários sobre a disputa municipal em São Paulo envolvendo o prefeito Gilberto Kassab (DEM) e o tucano Geraldo Alckmin. "Estava no Chile e cheguei ontem, nem vi", disse, com uma pontada de ironia.

Leia mais sobre: FHC - Lula

    Leia tudo sobre: lula
    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.