Lula está indignado com grampo no STF, diz porta-voz

O presidente Luiz Inácio Lula da Silva disse estar indignado e preocupado com a possibilidade do presidente do Supremo Tribunal Federal (STF), ministro Gilmar Mendes, ter sido grampeado por agentes da Agência Brasileira de Inteligência (Abin), segundo relatou o porta-voz do Palácio do Planalto, Marcelo Baumbach. Em entrevista, Baumbach disse que, na reunião de hoje pela manhã de Lula com Mendes e ministros do STF, os ministros do governo manifestaram sua indignação com as gravações telefônicas clandestinas.

Agência Estado |

"Essa indignação foi compartilhada pelo presidente Lula na reunião", disse o porta-voz.

Lula volta a discutir o assunto das gravações clandestinas na reunião que terá na tarde de hoje com ministros da coordenação política. Baumbach disse que, até o final da tarde, o Planalto dará novas informações sobre o assunto. Segundo ele, participaram do encontro da manhã, além de Lula e Gilmar Mendes, os ministros do STF Carlos Ayres Britto e Cezar Peluso, e os ministros da Defesa, Nelson Jobim; da Comunicação Social, Franklin Martins; e da Justiça, Tarso Genro. O porta-voz disse não ter informações se o presidente Abin, Paulo Lacerda, participou do encontro pela manhã.

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG