Lula é vaiado ao chegar ao casamento da filha de Dilma

O presidente Luiz Inácio Lula da Silva chegou às 20h30 à Igreja São José, na região central de Porto Alegre, para a celebração do casamento de Eduardo Covolo e Paula Rousseff Araújo, filha única da ministra da Casa Civil, Dilma Rousseff. Ao passar pela entrada da igreja, Lula recebeu uma leve vaia.

Agência Estado |

Ele foi acompanhado da esposa, Marisa Letícia, e do ministro da Fazenda, Guido Mantega. Também estão presentes na igreja o presidente da Câmara, Arlindo Chinaglia (PT-SP), a ministra do Turismo, Marta Suplicy, o ex-governador do Rio Grande do Sul Olívio Dutra (PT-RS), o governador do Paraná, Roberto Requião (PMDB), e a senadora Ideli Salvatti (PT-SC).

Questionada se a presença de tantos políticos seria uma forma de prestigiar Dilma, a senadora Ideli ressaltou que até a oposição, com seus ataques à ministra, acabam prestigiando-a, pois a colocam em evidência. "Imagine nós, que somos seus amigos e estamos aqui para comemorar uma data tão especial", disse Ideli. Roberto Requião, ao entrar na igreja, fez questão de declarar que está presente no casamento por ser amigo pessoal de Dilma.

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG