Lula e Gilmar Mendes discutirão denúncia sobre grampo

Os presidentes Luiz Inácio Lula da Silva e o presidente do Supremo Tribunal Federal, Gilmar Mendes, irão se reunir amanhã (dia 1º), às 9h, no Palácio do Planalto. Eles conversarão sobre as denúncias da revista Veja sobre a gravação de um telefonema entre Mendes e o senador Demóstenes Torres (DEM-GO), que teria sido feita pela Agência Brasileira de Inteligência (Abin), subordinada à Presidência da República.

Agência Estado |

A informação é da assessoria de imprensa do STF. Também participarão do encontro o vice-presidente do Supremo, Cézar Peluso, e o presidente do Tribunal Superior Eleitoral, Carlos Ayres Britto.

De acordo com a assessoria, o presidente do STF vai se reunir também amanhã com os outros ministros da Corte para discutir o caso. Gilmar Mendes chegou a cancelar viagem que faria à Coréia do Sul para participar de uma conferência.

De acordo com a matéria divulgada pela Veja neste fim de semana, a Abin teria gravado conversa telefônica do ministro Gilmar Mendes com o senador Demóstenes Torres no dia 15 de julho. A revista traz a transcrição do diálogo e afirma que as informações foram passadas por um servidor da agência, que pediu anonimato. A assessoria de Mendes confirma a conversa com o senador.

Em nota à imprensa, a Abin informou que abrirá sindicância interna para investigar a suposta espionagem ilegal no Supremo. As informações são da Agência Brasil

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG