Lula e Dilma iniciam visita a obras no São Francisco

O presidente Luiz Inácio Lula da Silva e a pré-candidata à Presidência da República Dilma Rousseff, ministra da Casa Civil, iniciam nesta quarta-feira em Buritizeiro (MG) uma maratona de visitas às obras de transposição do Rio São Francisco e só embarcarão de volta a Brasília ao final da tarde de sexta-feira.

Redação com Agência Estado |

Hoje, Lula e Dilma pernoitarão no acampamento do lote 11 das obras, situado entre os municípios de Sertânia e Custódia, em Pernambuco. Amanhã, o pernoite deve ser em Cabrobó (PE).

Após a visita a Buritizeiro, Lula e Dilma seguirão para o município de Barra, na Bahia, onde embarcam no navio Agência Flutuante Saldanha Marinho, da Marinha do Brasil, para conhecer os pontos de dragagem e de controle de processos erosivos às margens do São Francisco. As etapas seguintes da visitas serão as cidades baianas de Vila Nossa Senhora da Conceição, antiga Vila do Louro, e Xique-Xique.

O presidente e a ministra devem chegar no fim do dia ao acampamento do lote 11, onde visitarão o local de operação das máquinas perfuratrizes utilizadas na abertura do canal de transposição do rio. Lula e Dilma assistirão inclusive a trabalhos noturnos e jantarão no refeitório do acampamento.

Desafeto

Lula não corre o risco de encontrar um de seus principais desafetos durante a visita às obras. Dom Luiz Flávio Cappio, bispo da diocese da Barra, na Bahia, que em 2005 e 2007 fez greves de fome contra a transposição do rio, decidiu evitar o encontro. Ele foi para o município de Barreiras, onde participará de uma reunião de estudo e lazer dos padres das dioceses vizinhas.

Antes de partir, dom Cappio deixou com sua equipe o recado de que não faria nenhum comentário sobre a visita do presidente.

Leia mais sobre transposição do Rio São Francisco

    Leia tudo sobre: lulario são franciscotransposição

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG