susto da crise de hipertensão da última quarta-feira, o presidente Luiz Inácio Lula da Silva retoma nesta segunda-feira a agenda agitada de viagens de campanha e reinaugurações. Durante a semana, ele volta a participar de solenidade de abertura de escolas técnicas entregues no ano passado e viaja para a Baixada Fluminense, no Rio de Janeiro, e a região metropolitana de Porto Alegre. " / susto da crise de hipertensão da última quarta-feira, o presidente Luiz Inácio Lula da Silva retoma nesta segunda-feira a agenda agitada de viagens de campanha e reinaugurações. Durante a semana, ele volta a participar de solenidade de abertura de escolas técnicas entregues no ano passado e viaja para a Baixada Fluminense, no Rio de Janeiro, e a região metropolitana de Porto Alegre. " /

Lula diz que vai se cuidar, mas seguirá cumprindo agenda de trabalho

Depois do http://ultimosegundo.ig.com.br/brasil/2010/01/29/apos+crise+de+hipertensao+pressao+de+lula+e+normal+9381467.html target=_topsusto da crise de hipertensão da última quarta-feira, o presidente Luiz Inácio Lula da Silva retoma nesta segunda-feira a agenda agitada de viagens de campanha e reinaugurações. Durante a semana, ele volta a participar de solenidade de abertura de escolas técnicas entregues no ano passado e viaja para a Baixada Fluminense, no Rio de Janeiro, e a região metropolitana de Porto Alegre.

iG São Paulo |

Nesta segunda-feira, durante o programa semanal Café com Presidente, Lula destacou que tem a saúde muito boa e vai continuar viajando até o fim do governo. Segundo ele, é preciso se inteirar do que está acontecendo, dando ordens e inaugurando obras.

"O presidente é o comandante, tem que estar na frente, dirigindo. Tem que gritar, cobrar, e quem estiver trabalhando comigo até 31 de dezembro de 2010 vai me ver na sua porta batendo, cobrando, porque senão as coisas não andam", disse.

Ele admitiu que o mal-estar que sentiu quando estava em Recife na semana passada "pode talvez ter sido causado por excesso de trabalho, por conta da agenda muito pesada". Lula reconheceu ainda que, apesar da necessidade de reduzir a quantidade de trabalho, não pode "afrouxar a agenda e deixar as coisas acontecerem, senão dá a impressão de que o governo acabou". "Eu não posso ficar em Brasília, tenho que trabalhar mesmo, mas vou me cuidar", afirmou.

Depois da crise hipertensiva, Lula descansou por dois dias em sua casa em São Bernardo do Campo, na Grande São Paulo, e voltou para Brasília no sábado, após ter passado por  uma bateria de exames .

AE
Lula ao chegar a Brasília no sábado

Lula ao chegar a Brasília no sábado

Agenda da semana

Nesta segunda-feira,  às 10h, Lula participará de solenidade que marca o início do Ano Judiciário, no Supremo Tribunal Federal. Participam do evento os presidentes da Câmara, Michel Temer (PMDB-SP), e do Senado, José Sarney (AP-PMDB).

À tarde, Lula recebe no Centro Cultural Banco do Brasil (CCBB), sede provisória da Presidência, os novos embaixadores em Brasília da Coreia do Sul, de Cuba, do Panamá e do Paquistão. Por volta de 18h, o presidente participará da solenidade relativa a inaugurações de escolas técnicas ao longo de 2009. Ele decidiu que a abertura de escolas de ensino profissionalizante será um dos motes das propagandas de realizações de seu governo.

Na terça-feira, Lula se encontra no CCBB com pilotos da Fórmula Indy e um grupo de representantes de entidades sociais da área de tecnologia. Com o grupo, o presidente discutirá o Plano Nacional de Banda Larga.

Mesmo com pedidos médicos para reduzir o ritmo de viagens, o presidente decidiu viajar na quarta-feira para o Rio de Janeiro. Pela manhã, visita obras de um túnel de passagem do gasoduto que está sendo construído entre as cidades de Cachoeira de Macacu e Silva Jardim. Depois, segue para Duque de Caxias, onde inaugura outro gasoduto, que vai até Macaé.

Lula volta a participar, na quinta-feira, no CCBB, de audiência de apresentações de credenciais de novos embaixadores - França, Estados Unidos, El Salvador e Malásia. Ainda recebe empresários que integram o conselho diretor do Instituto Aço Brasil, o antigo Instituto Brasileiro de Siderurgia.

O presidente pretende encerrar a semana de trabalho com um sobrevoo em canteiros de obras de casas populares em São Leopoldo e da inauguração de uma fábrica de semicondutores, o Ceitec, em Porto Alegre, no Rio Grande do Sul.

Leia também:

Reuters
Amorim recebe prêmio em nome de Lula em Davos

Amorim recebe prêmio em nome de Lula em Davos

Leia mais sobre: Lula 

    Leia tudo sobre: lula

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG