Lula diz que presidente não pode enquadrar senadores

O presidente Luiz Inácio Lula da Silva disse hoje que os senadores são inquadráveis, ou seja, que não podem ser enquadrados por ele, ao se referir à decisão do presidente do Senado, José Sarney (PMDB-AP), que optou pela instalação da CPI da Petrobras para amenizar as tensões na Casa, e à decisão da bancada do PT, que manteve a defesa da saída temporária de Sarney do cargo até o término das investigações das denúncias de irregularidades. Acho engraçado a ideia de que um presidente enquadre o Senado.

Agência Estado |

Os senadores são 'inquadráveis'. Eles têm mandato de oito anos e eu tenho de quatro", afirmou Lula.

Ele disse que desde que embarcou para a Europa, na última sexta-feira, não conversou com o presidente do Senado, nem com integrantes da bancada petista. Lula disse apenas que quando chegar a Brasília, o que deve ocorrer hoje à noite, vai se atualizar sobre essas questões. Ele encerrou nesta manhã sua participação na reunião de cúpula do G-8 e embarcará no início da tarde de volta ao Brasil.

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG