Lula diz que não vê problema na regulamentação de MPs

O presidente Luiz Inácio Lula da Silva afirmou nesta terça-feira que não vê problemas para que a Câmara e o Senado regulamentem a edição de Medidas Provisórias (MPs). Da minha parte, não há nenhum óbice para que a Câmara e o Senado regulamentem as MPs, afirmou Lula em discurso na solenidade de abertura da 11ª Marcha dos Prefeitos à Brasília.

Agência Estado |

O presidente iniciou seu discurso respondendo às críticas feitas um pouco antes pelo presidente do Senado , Garibaldi Alves (PMDB-RN), que reclamou do constante trancamento das pautas do Congresso pelas MPs.

Lula afirmou que antes de ser presidente da República também questionava o excesso de MPs e fez críticas indiretas ao governo Fernando Henrique Cardoso, quando, segundo ele, foi feita a última modificação no processo de edição de MPs, que incluiu a possibilidade do trancamento da pauta quando vencesse o prazo de votação de uma MP.

"O trancamento de pauta deve ter sido invenção de quem governava o País até 2003, pois isso me parece que foi incluído em 2001. Devem ter achado que isso era o salvamento da nação", afirmou Lula.

Leia mais sobre: Lula - MPs

    Leia tudo sobre: lulamps

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG