Lula diz que não deve satisfações sobre viagem ao Irã

O presidente Luiz Inácio Lula da Silva justificou hoje a visita que fará ao Irã, em maio, dizendo que não está indo somente ao Irã, mas à Palestina, Israel e a muitos outros países. Durante entrevista coletiva ao lado do presidente de El Salvador, Maurício Funes, Lula lembrou que tem feito viagens ao longo de seus dois mandatos a vários países do mundo e disse que não tem que prestar contas a ninguém sobre a viagem que fará ao Irã, somente ao povo brasileiro.

Agência Estado |

"Estou indo ao Irã como vou a qualquer outro país do mundo e os Estados Unidos nunca pediram para mim para visitar algum país no mundo. Eles não têm que prestar contas para mim. A relação americana é uma relação soberana. Eles visitam quem eles querem e eu visito quem eu quero, dentro do direito soberano de cada país. Eu vou visitar o Irã e não terei de prestar contas a ninguém a não ser ao povo brasileiro, que vai querer saber, não apenas o que eu vou fazer, mas o resultado de isso tudo", disse.

O presidente lembrou ainda que o Brasil é o único país do mundo que tem em sua Constituição a proibição para produção de armas nucleares. "O Brasil está fazendo enriquecimento de urânio para produção de energia e fármacos", disse. "O Irã estaria rompendo com o tratado da ONU (se tivesse fazendo enriquecimento que levasse à fabricação da bomba atômica) e eu não poderia concordar". "Cada país exercita a democracia à sua maneira. Os Estados Unidos da maneira deles e nem todo mundo concorda como faz o governo deles", acrescentou.

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG