Lula diz que discutir terceiro mandato é falta de assunto da oposição

HAIA (HOLANDA) - O presidente Luiz Inácio Lula da Silva disse nesta sexta-feira que é uma ¿falta de assunto da oposição ficar discutindo o terceiro mandato¿. Em entrevista coletiva na Holanda, Lula disse que não lhe interessa disputar nova eleição presidencial, o que não é permitido pela legislação brasileira.

Redação com agências |

As pessoas que estão preocupadas com o terceiro mandato são as pessoas que não achavam ruim quando os militares ficaram 23 anos no poder. E são as pessoas que aprovaram a reeleição, disse o presidente.

Lula voltou a afirmar que dois mandatos são o suficiente para o exercício da Presidência da República. Oito anos na presidência de um país é tempo suficiente para a gente executar um programa de governo. Sou contra o terceiro mandato porque a democracia é um valor incomensurável com o qual não podemos brincar. E, segundo, a alternância de poder é uma coisa extremamente saudável para o país, disse.

Segundo o presidente, a permanência de uma mesma pessoa no governo de um país pode por em risco o sistema democrático. Qualquer pessoa que se ache imprescindível começa a colocar riscos à democracia. Pobre do governante que começa a achar que é insubstituível ou imprescindível. Está nascendo, dentro dele, uma pequena porção de autoritarismo ou de prepotência. E isso eu não carrego na minha bagagem política.

Defesa de Dilma

O presidente Lula voltou a fazer elogios à ministra da Casa Civil, Dilma Rousseff. Quando um repórter perguntou ao presidente por que a ministra está forte, Lula disse que Dilma é uma ministra "extremamente importante" e uma "coordenadora excepcional". "É a mulher que faz o PAC acontecer 24 horas por dia e por isso que eu disse que ela é a mãe do PAC", acrescentou.

"Não sei qual o incômodo que as pessoas podem ter com a Dilma. A Dilma não só está forte... aliás, eu sempre digo que não tem ministro forte nenhum no governo de regime presidencialista. A Dilma exerce uma função primordial ao governo como coordenadora da administração, das execuções dos projetos do governo e faz isso com uma competência que eu diria que poucas pessoas seriam capazes de fazer", afirmou o presidente. A ministra Dilma Rousseff não acompanha o presidente Lula na viagem a Holanda.

(com informações da Agência Brasil e Agência Estado)

Leia também:

Leia mais sobre: Lula  - reeleição - terceiro mandato

    Leia tudo sobre: lula

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG