Lula diz que cumprirá decisão do STF sobre Battisti se ela for determinativa

ROMA - Após um encontro com o primeiro-ministro italiano, Silvio Berlusconi, o presidente Luiz Inácio Lula da Silva disse que só poderá tomar uma decisão sobre o caso do ex-ativista político italiano Cesare Battisti após a conclusão do julgamento pelo Supremo Tribunal Federal (STF). O presidente afirmou que caso a decisão seja determinativa, ¿não existe possibilidade de ser contra¿.

Agência Brasil |

Reprodução
Battisti

Battisti, que aguarda julgamento do STF

"Se a decisão da Suprema Corte for determinativa não se discute, cumpre-se, disse. Entretanto, Lula não disse qual seria sua posição caso o STF remetesse a ele a decisão sobre o caso. Eu não posso discutir hipóteses de uma coisa que está em julgamento, argumentou.

Battisti foi condenado à prisão perpétua na Itália, em 1993, acusado de quatro assassinatos. Exilado, viveu na França, no México e foi preso em 2007 no Brasil. O Supremo Tribunal Federal (STF) deve concluir esta semana o julgamento sobre o pedido de extradição do ex-ativista, feito pela Itália. Por enquanto, quatro ministros votaram a favor e quatro contra.

Leia também:

Leia mais sobre: Battisti

    Leia tudo sobre: battisti

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG