Lula diz que cabe a Dilma escolher seu vice

O presidente Luiz Inácio Lula da Silva disse hoje, em Fortaleza, que caberá à ministra-chefe da Casa Civil e pré-candidata do PT à sucessão presidencial, Dilma Rousseff, escolher quem será seu vice. Lula concedeu entrevista à Rádio Verdes Mares AM ao desembarcar na Base Aérea de Fortaleza nesta manhã.

Agência Estado |

Em seguida, seguiu para a cidade de Sobral, no norte cearense.

Ao ser perguntado sobre uma possível dobradinha entre o deputado federal cearense, Ciro Gomes (PSB-CE) e Dilma, o presidente afirmou que estava proibido de falar sobre esse tema, mas não se recusou a retratar o momento pré-eleitoral.

"Nós estamos entrando numa fase importante, ou seja, em que os candidatos começam a se apresentar. Eu acho que lá pra março ou abril do ano que vem, já teremos os nomes praticamente definidos. Nós não sabemos quais os partidos que vão ter candidato. O PT apresentou a Dilma. O PSB vai apresentar o companheiro Ciro Gomes. Estou ouvindo dizer que a Marina (Silva) vai sair pelo PV. Não sei se a Heloisa Helena sai candidata. O PSDB está discutindo Serra ou Aécio. Não sei se o DEM vai ter candidato. As coisas estão caminhando", afirmou.

O presidente disse que cabe à petista escolher seu companheiro de chapa. "Se eu já escolhi uma candidata e ainda vou escolher o vice (de Dilma), imagina o que vão ficar dizendo", brincou Lula.

Na avaliação de Lula, o Brasil está vivendo um momento político "rico". "Se a disputa se der entre Ciro e Dilma, ou se a disputa se der entre Marina, Dilma e Ciro, eu acho que já é um avanço extraordinário para o Brasil. O que nós precisamos é fazer o povo brasileiro compreender que você não pode arriscar a votar em alguém que não dê continuidade às coisas que estão sendo feitas neste País", comentou.

Lula prevê um processo eleitoral disputado, mas aposta na vitória da base aliada.

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG