um milésimo de suspeita contra Dilma - Brasil - iG" /

Lula diz não ter um milésimo de suspeita contra Dilma

Em uma segunda entrevista hoje no Palácio do Itamaraty, o presidente Luiz Inácio Lula da Silva voltou a fazer a defesa da ministra da Casa Civil, Dilma Rousseff, apontada pela oposição como uma das responsáveis pelo levantamento de dados sobre gastos sigilosos do governo Fernando Henrique Cardoso. As pessoas que têm uma história como a Dilma, que prestam serviços ao País como ela presta, não podem ser vítimas de uma chantagem, disse o presidente.

Agência Estado |

Ele disse não ter "um milésimo de suspeita" contra a ministra.

Para o presidente, está se tentando criar uma situação constrangedora. "Mas o que se encontrou foi um 'osso de galinha'". Lula disse lamentar a divulgação de um suposto dossiê com gastos do ex-presidente e de sua mulher, Ruth Cardoso, mas afirmou que não quer "acusar ninguém". Segundo ele, esta "não é primeira, a segunda, nem será a ultima vez que alguém tenta roubar documentos". "Não é justo que se faça isso com ela", disse o presidente, referindo-se novamente à ministra Dilma.

De acordo com ele, a orientação que deu a seus colaboradores é "não parar de trabalhar". Ele disse que a ministra vai continuar viajando pelo País para divulgar o Plano de Aceleração do Crescimento (PAC). "E a CPI que apure", concluiu, referindo-se à Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) Mista dos Cartões Corporativos. Ele deixou em seguida o Palácio do Itamaraty, onde participou de almoço oferecido ao presidente da Eslovênia, Danilo Türk.

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG