Lula discutirá sucessão no Congresso com ministros do PMDB-Múcio

BRASÍLIA (Reuters) - O presidente Luiz Inácio Lula da Silva se reunirá, depois que voltar do exterior, com os ministros do PMDB para conversar sobre a sucessão dos presidentes da Câmara e do Senado, afirmou na terça-feira o ministro das Relações Institucionais, José Múcio Monteiro. O presidente, que defende a eleição do senador Tião Viana (PT-AC) para a presidência do Senado, quer evitar que o PMDB tenha o controle das duas instituições. Na Câmara, como PT e PMDB têm um acordo para se revezar na presidência da Casa, o partido de Lula deverá apoiar a eleição do deputado Michel Temer (PMDB-SP). Tradicionalmente, os partidos que detêm as maiores bancadas podem indicar os presidentes dessas Casas.

Reuters |

"A eleição para presidente do Senado passa pelo presidente da República", declarou Múcio a jornalistas.

"O governo é composto de 14 partidos políticos. Nós precisamos estabelecer um equilíbrio para que se continue cooperando, respeitando e ajudando o programa de governo", acrescentou o ministro, que é o coordenador político do Executivo.

Múcio, entretanto, disse acreditar que a conversa não será conclusiva. "Acho que vamos nos arrastar até janeiro", comentou. As eleições serão em fevereiro.

Os ministros do PMDB são Reinhold Stephanes (Agricultura), Nelson Jobim (Defesa), Geddel Vieira Lima (Integração Nacional), José Gomes Temporão (Saúde), Hélio Costa (Comunicações) e Edison Lobão (Minas e Energia).

(Reportagem de Fernando Exman)

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG