Lula descarta hipótese de disputar terceiro mandato

O presidente Luiz Inácio Lula da Silva descartou em Pequim a possibilidade de disputar um terceiro mandato presidencial, hipótese que voltou a ser defendida por parlamentares petistas num momento em que a favorita de Lula para sua sucessão, a ministra da Casa Civil, Dilma Rousseff, faz tratamento de saúde. Eu não discuto esta hipótese.

Agência Estado |

Primeiro, porque não tem terceiro mandato e, segundo, porque a Dilma está bem", afirmou Lula, pouco antes de deixar a China rumo à Turquia.

Lula disse que conversou ontem à noite com o médico da ministra, Roberto Kalil, e foi informado de que as dores haviam passado. "Foi uma reação à quimioterapia e os médicos disseram que não tem nenhum problema. A Dilma vai fazer a quimioterapia dela, mas ela está totalmente curada. Não tem problema."

A ministra foi internada na madrugada de ontem no hospital Sírio Libanês em São Paulo com fortes dores na perna, o que foi diagnosticado como um efeito colateral da quimioterapia a que ela se submete após a retirada de um câncer linfático, no mês passado. Dilma deve reduzir seu ritmo de trabalho a partir de agora, a pedido de Lula. Até o início da manhã de hoje, não havia ainda previsão de alta da ministra.

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG