Lula decreta luto de 3 dias por morte de líder polonês

O presidente Luiz Inácio Lula da Silva decretou hoje luto oficial de três dias em razão da morte do presidente da Polônia, Lech Kaczynski. O líder polonês faleceu na queda de um avião na Rússia, a cerca de um quilômetro de sua quarta tentativa de aterrissar em meio a um intenso nevoeiro no aeroporto militar Smolensk-Severnuy.

Agência Estado |

Junto com ele estava sua mulher, Maria, e várias autoridades do país, entre elas, o presidente do Banco Nacional da Polônia, Slawomir Skrzypek, o embaixador da Polônia em Moscou, o vice-ministro da Defesa, o vice-líder do Senado e o da Câmara Baixa, o vice-ministro das Relações Exteriores, o chefe de equipe do Exército, o chefe de gabinete do presidente e o chefe do Escritório de Segurança Nacional.

Lula enviou ainda uma mensagem de condolências ao primeiro-ministro da Polônia, Donald Tusk, e ao presidente interino, Bronislaw Komorowski, que foi divulgada hoje no site do Ministério das Relações Exteriores. "Recebi, com profunda consternação, a notícia do trágico acidente aéreo que vitimou o Presidente Lech Kaczynski, sua esposa e grande número de autoridades polonesas. Em nome do povo e do Governo brasileiros, e em meu próprio, transmito a Vossa Excelência e ao povo polonês as mais sinceras e fraternas condolências. Neste momento de dor e de perda, esteja seguro de poder contar com a plena solidariedade do Brasil e com os laços históricos de amizade que unem brasileiros e poloneses", afirmou o presidente na nota.

O chanceler brasileiro, Celso Amorim, também enviou uma mensagem de condolências ao ministro das Relações Exteriores da Polônia, Radoslaw Sikorski. "Reitero a Vossa Excelência a solidariedade do Brasil com a Polônia, país ao qual estamos ligados por grande comunidade de imigrantes e profundos laços de amizade e cooperação. Neste momento de luto nacional, peço que transmita aos familiares das vítimas as mais sentidas condolências e a solidariedade de todo o povo brasileiro." A nota foi divulgada pela assessoria de imprensa do Gabinete do Itamaraty.

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG