Lula critica imprensa e oposição em solenidade

Na última aparição pública no Palácio do Planalto em 2008, o presidente Luiz Inácio Lula da Silva fez ontem críticas à oposição e à imprensa. Ao sancionar lei que muda a organização do ensino técnico federal, ele voltou a reclamar da extinção da Contribuição Provisória sobre Movimentação Financeira (CPMF) pelo Senado e disse que os jornalistas costumam ignorar fatos importantes do governo.

Agência Estado |

“Tivemos o percalço da CPMF, que um dia a história vai julgar”, afirmou.

Ao se queixar da imprensa, Lula, porém, cometeu uma gafe. “Dizem que se a gente não repetir certas coisas muitas vezes a imprensa não publica, então, por favor, liguem os gravadores”, disse o presidente, sem perceber que não havia jornalistas na solenidade, realizada numa sala do segundo andar do palácio. A Presidência só permitiu que os jornalistas acompanhassem o evento por um monitor, no térreo.

O presidente segue hoje para Recife, onde inaugura pela manhã o Parque Dona Lindu, cujo nome homenageia sua mãe. Ele deve passar a virada de ano numa base da Marinha em Fernando de Noronha. As informações são do jornal O Estado de S. Paulo.

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG