Lula critica governo de SP por índice de analfabetismo

O presidente Luiz Inácio Lula da Silva aproveitou o Encontro Nacional dos Novos Prefeitos e Prefeitas, em Brasília, para atacar o governo do Estado de São Paulo. Em discurso de improviso, Lula disse que o Estado apresenta números elevados de analfabetismo.

Agência Estado |

A crítica do presidente causou constrangimento ao prefeito de São Paulo, Gilberto Kassab (DEM), aliado do governador José Serra (PSDB). "Pasme, caia de costas, Kassab. No Estado de São Paulo nós temos 10% de analfabetos. É o Estado mais rico da federação", disse. "Você não sabe, e eu também não sabia", afirmou o presidente.

Em seu discurso, Lula disse que não adianta o ministro da Educação criar programas de alfabetização se não houve um pacto entre o governo federal e os Estados. O presidente afirmou ainda que as regiões com os mais altos índices de analfabetismo são Norte e Nordeste. Só no Norte, disse, o índice de analfabetismo chega a 19%. Ele cobrou dos prefeitos maior empenho para colocar em prática ações federais de redução do analfabetismo.

Ele pediu também que os prefeitos atuem para garantir maior número de registros civis de crianças recém-nascidas. Lula disse que só no Nordeste 21% das crianças não têm registro civil. O índice chega a 28% no Norte. "É uma vergonha que as maternidades não façam isso (o registro)", afirmou. Ainda segundo o presidente, 400 municípios não têm cartórios.

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG