retrocesso o plano britânico para vistos - Brasil - iG" /

Lula considera retrocesso o plano britânico para vistos

O presidente Luiz Inácio Lula da Silva considerou um retrocesso o governo britânico querer estabelecer uma política de visto para permitir a entrada de brasileiros naquele país. Estabelecer uma política de visto é um retrocesso nas relações entre os dois países e não é possível permitir policiais ingleses nos aeroportos brasileiros.

Agência Estado |

Essa não é uma boa política", disse o presidente, referindo-se à manchete de hoje do jornal O Estado de S.Paulo . Para o presidente é necessário, antes de tudo, estabelecer uma negociação. As declarações de Lula foram feitas pouco antes de embarcar para o Brasil, depois de participar da cerimônia de posse do presidente paraguaio, Fernando Lugo.

O ministro das Relações Exteriores, Celso Amorim, que acompanhou o presidente na viagem ao Paraguai, disse que há algum tempo recebeu o embaixador da Grã-Bretanha no Brasil, que teria manifestado o desejo de negociar com o governo brasileiro uma proposta para diminuir o problema da imigração ilegal naquele País. Recentemente, lembrou o ministro, o Brasil recebeu uma proposta oficial do governo britânico.

"É lamentável. A proposta não dá muito espaço para trabalhar, negociar alguma coisa", afirmou o ministro. "Não pode ser uma proposta unilateral, nem com implicações na soberania dos países", acrescentou. Celso Amorim reconhece que existe um problema sério de imigração na Inglaterra, mas disse que o governo britânico está colocando todos os países no mesmo "balaio". "Isso pode acabar tendo um impacto político não positivo, afetando a boa vontade recíproca", afirmou.

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG