Publicidade
Publicidade - Super banner
Brasil
enhanced by Google
 

Lula confirma preferência por Dilma à imprensa italiana

O presidente Luiz Inácio Lula da Silva confirmou que a ministra-chefe da Casa Civil, Dilma Rousseff, é a candidata dele à Presidência da República. Em entrevista publicada nesta quinta-feira por jornais italianos, Lula disse que já está com saudades do poder.

Agência Estado |

Lula, relata a reportagem, sorriu quando foi perguntado por um repórter sobre quem deveria "tomar o seu lugar" na Presidência. "Bem, há um pouco de saudade e melancolia quando penso nisso. Desde as eleições de 89 é a primeira vez que não serei candidato. Mas no próximo ano nós decidiremos. Haverá um debate interno no PT, o meu partido. E por fim apresentaremos o nosso candidato", afirmou. Lula disse que levará o nome de Dilma Rousseff ao partido. "Eu na verdade tenho um nome na cabeça: o de Dilma Rousseff, chefe da Casa Civil do governo. Ainda não falei com ela, mas creio que poderá ser uma boa candidata".

O presidente defendeu um amplo entendimento dos partidos da base em torno de um nome para a sucessão. "De toda forma, o governo continua levando adiante os seus programas para concluir o que tínhamos planejado. Se vencermos ou não, acredito que o ideal seria uma base ainda mais ampla de partidos e um programa muito sólido para os próximos oito anos".

Na entrevista, Lula voltou a defender mudanças na estrutura da Organização das Nações Unidas (ONU), o fim do embargo à Cuba e mais empenho dos países ricos para acabar com a crise financeira internacional. "Quando a crise atingia o Brasil e a Argentina, todos sabiam o que fazer. Agora que afeta os países ricos, ninguém sabe". Hoje, Lula será recebido pelo papa Bento XVI.

Leia tudo sobre: dilma rousseffeleições 2010lula

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG