Lula confirma ajuda a construção de hidrelétrica no Haiti

BRASÍLIA (Reuters) - Na semana em que viaja a quatro países da América Latina e do Caribe, o presidente Luiz Inácio Lula da Silva confirmou, no programa de rádio Café com o Presidente, que o Brasil vai ajudar a construir uma hidrelétrica no Haiti. Lula visitará o país caribenho na quinta-feira, quando se reúne com o presidente haitiano, René Préval para discutir os detalhes da construção da obra. Ele lembrou que o governo brasileiro destinou 375 milhões de reais em investimentos para a reconstrução do país, fortemente atingido por um terremoto em janeiro, além de 15 milhões dólares previstos no plano de recuperação.

Reuters |

"A nossa viagem ao Haiti é uma viagem de solidariedade, é uma viagem para que a gente possa dizer ao povo do Haiti e ao governo do Haiti que o Brasil vai continuar sendo solidário," disse Lula no programa.

Segundo o presidente, o projeto da hidrelétrica foi realizado pelo Exército brasileiro. "Nós pretendemos financiar empresas brasileiras e fazer a construção da hidrelétrica, porque aí sim, você vai poder utilizar o lago da hidrelétrica para fazer irrigação, para ajudar a agricultura do Haiti e, ao mesmo tempo, você vai dar energia e vai poder garantir que a indústria possa se instalar no Haiti," afirmou.

No programa de rádio, Lula reafirmou a política do governo de buscar a integração regional e previu investimentos nos países por onde passará em roteiro de viagens, iniciado nesta segunda-feira por Cancun, no México.

No país, Lula participa a partir desta manhã da 2 Cúpula da América Latina e do Caribe e também da 21a do Grupo do Rio. O tema dos debates nos dois eventos giram em torno da ajuda ao Haiti, políticas de integração e desenvolvimento, além de mudanças climáticas. Lula também terá reunião bilateral com o presidente mexicano Felipe Calderón.

Em Cuba, que visita na quarta-feira, Lula disse que os objetivos são os acordos de investimento para a recuperação do Porto de Mariel, além da revitalização da rede hoteleira e de rodovias.

"Nós pretendemos consolidar esses acordos com Cuba porque queremos ajudar Cuba a se desenvolver," disse Lula, que viaja ao país pela quarta-vez como presidente.

Lula lembrou da intenção da Petrobras de construir uma fábrica de óleo combustível na ilha e dos estudos que a estatal vem preparando para testes de prospecção de petróleo no país. O presidente vai ainda a El Salvador.

(Reportagem de Maria Carolina Marcello)

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG