Lula comemora sua popularidade e critica quem desacreditou de seu governo

SÃO PAULO ¿ O presidente Luiz Inácio Lula da Silva aproveitou o microfone do comício do candidato do PT à Prefeitura de Santo André, Vanderlei Siraque, para criticar quem desacreditou de seu governo nos momentos de crise, em especial a do mensalão. Para Lula, o alto índice de popularidade de seu governo, apontado pela Pesquisa Datafolha divulgada neste domingo, mostra a credibilidade que ele tem com a população depois de seis anos no poder.

Ana Freitas, repórter do Último Segundo |

Não sou de comentar pesquisa, nem boa nem ruim. Mas hoje estou prazeirozamente feliz porque, depois de apanhar cinco anos, eu vejo na própria imprensa que me bate uma manchete do sucesso da credibilidade do governo na opinião pública deste país", disse o presidente.

Segundo o Datafolha , 49% dos paulistanos consideram o governo de Lula ótimo/bom". Outros 35% o avaliam apenas como regular e 15%, "ruim/péssimo. Estes números fazem do presidente o melhor cabo eleitoral na disputa política de São Paulo neste ano.

Em seu discurso, Lula relembrou o início de seu governo, em 2003 e como encarou as denúncias de compra de votos dos parlamentares, esquema que ficou conhecido como mensalão.

De acordo com ele, 2003 foi o pior ano do ponto de vista administrativo. Em 2004, porém, a situação começou a melhorar. Mas em 2005 veio a guerra contra o PT, comentou, lembrando o escândalo do mensalão.

Vocês sabem as insânias e as leviandades que falaram. Até acusaram o PT de ter matado Celso Daniel (prefeito de Santo André assassinado em 2002). Vocês sabem quantos companheiros nossos foram crucificados antecipadamente, lembrou.

Segundo Lula, a crise foi causada pela oligarquia política que governava o país há 500 anos e que não conseguia resolver os problemas do Brasil e não queria que permitir que ele também resolvesse.

Além de citar a pesquisa que avaliou o seu governo, o presidente também comentou a situação positiva da economia brasileira para falar bem de seu próprio governo.  Ele comemorou a criação de 1,6 milhão de empregos de janeiro a julho deste ano e 10 milhões de postos de trabalho ao longo de seu mandato. "Agora, disse, o desafio é permitir que a economia continue crescendo sem a volta da inflação".

Comício

Assim como neste sábado, Lula participou de comício em apoio a candidatura de petistas em São Paulo. Ontem ele esteve na capital, em São Bernardo e Diadema. Em Santo André neste domingo, ele manifestou seu apoio a Vanderlei Siraque. O PT já governa a cidade, com o prefeito João Avamileno, que assumiu a prefeitura após a morte de Celso Daniel e foi reeleito.

O presidente disse que pretende ainda voltar à região em setembro para apoiar a candidatura de Oswaldo Dias para a Prefeitura de Mauá.

Leia mais sobre: Lula - eleições

    Leia tudo sobre: lula

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG