Lula cobrará de prefeitos empenho contra analfabetismo

Durante a última solenidade do ano realizada ontem no Palácio do Planalto, o presidente Luiz Inácio Lula da Silva informou que organizará no dia 10 de fevereiro, em Brasília, uma reunião com os prefeitos para cobrar maior empenho na execução de programas federais de combate ao analfabetismo e à mortalidade infantil. Ele disse não entender o motivo de o País não conseguir reduzir a taxa de 15% de analfabetismo da população adulta, índice registrado desde os anos 1970.

Agência Estado |

“O problema é que temos um estoque de analfabetos adultos”, constatou.

Disse ainda que irá propor um pacto para aumentar o número de registros civis. Ele citou a própria história pessoal para pedir que os prefeitos conscientizem os pais da necessidade de registrar os filhos, especialmente nos grotões. Lula contou que, ao nascer, o pai demorou para registrá-lo. “É que pobre do interior, quando chega à cidade, não vai primeiro ao cartório, mas à bodega”, disse. “Nenhuma criança pode sair do hospital sem o registro.” As informações são do jornal O Estado de S. Paulo.

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG