Lula cobra solução para greve dos Correios

BRASÍLIA - O presidente Luiz Inácio Lula da Silva colocou nesta sexta-feira o ministro das Comunicações, Hélio Costa, e o presidente da Empresa Brasileira de Correios e Telégrafos (ECT), Carlos Henrique Custódio, em uma situação constrangedora, ao falar sobre a greve dos funcionários dos Correios.

Agência Estado |

  • Funcionários dos Correios mantêm greve por todo o país
  • Greve dos Correios será levada ao TST
  • Correios ameaçam descontar dias parados de quem aderir à greve
  • Ao participar, no Palácio do Planalto, da solenidade de lançamento de um programa que facilita a compra de computadores portáteis por professores, Lula ironizou discurso de Hélio Costa que citava o trabalho dos Correios. A empresa está paralisada há quatro dias. "Será que ele (Costa) não sabe que os Correios estão em greve?", perguntou à ministra da Casa Civil, Dilma Rousseff, que estava ao seu lado, segundo relato de fotógrafos que estavam próximos. Dilma apenas pôs a mão na cabeça.

    Quando, após o discurso, Hélio Costa voltou a se sentar, Lula fez a pergunta direta para o ministro: "Você não sabia que os Correios estão em greve?". O ministro apontou para o presidente dos Correios, que estava na platéia, e respondeu: "É com ele, presidente". Lula, então, abriu os braços e perguntou para Custódio: "E aí?". Constrangido, Custódio não respondeu.

    Audiência no TST

    O ministro das Comunicações disse esperar que até a próxima terça-feira a greve esteja encerrada. Lembrou que na segunda-feira haverá audiência de conciliação promovida pelo Tribunal Superior do Trabalho (TST), em virtude do pedido da ECT para que o TST declare o movimento abusivo.

    Leia mais sobre: Correios

      Leia tudo sobre: greve dos correios

      Notícias Relacionadas


        Mais destaques

        Destaques da home iG