Publicidade
Publicidade - Super banner
Brasil
enhanced by Google
 

Lula cobra explicações do comandante militar da Amazônia

BRASÍLIA - O presidente Luiz Inácio Lula da Silva cobrou ontem explicações do comandante militar da Amazônia, general Augusto Heleno, que criticou a política indigenista do governo federal. Lula, chefe maior das Forças Armadas, fez a cobrança ao ministro da Defesa, Nelson Jobim, e o comandante do Exército, general Enzo Peri, em encontro no Palácio do Planalto.

Valor Online |

De acordo com o Ministério da Defesa, ficou acertado que Jobim e Peri conversarão com Heleno e depois voltarão a se reunir com o presidente.

Ao participar anteontem de seminário no Clube Militar, no Rio de Janeiro, o general afirmou que a demarcação contínua de terras indígenas na região de fronteira é uma ameaça à soberania nacional.

Nós estamos cada vez mais aumentando a extensão das terras indígenas na faixa de fronteira e caminhando numa direção que me preocupa. Pode não ser uma ameaça iminente, mas ela merece ser discutida e aprofundada , declarou Heleno. Poderão representar um risco para a soberania nacional , completou.

Na palestra, o comandante militar da Amazônia negou que seja contrário à demarcação de área contínua na reserva Raposa Serra do Sol, em Roraima, defendida pelo presidente Lula.

Em nenhum momento eu contrariei a decisão do presidente da República. Ela está tomada e será cumprida por quem de direito. Eu levantei o problema. E ele merece ser discutido e novamente está sendo estudado, disse ao se referir à decisão do Supremo Tribunal Federal (STF), que suspendeu a retirada de não-índios, a maioria produtores rurais, da reserva.

(Agência Brasil)

Leia tudo sobre: lula

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG