O presidente Luiz Inácio Lula da Silva afirmou nesta segunda-feira que o colega americano Barack Obama tem ¿a obrigação¿ de estabelecer uma nova relação com a América Latina. ¿Uma relação não como a aliança para o progresso dos anos 60, nem uma política de ingerência, mas uma relação de parceria¿, disse Lula em discurso, durante seminário para investidores estrangeiros.

Converso com Hugo Chávez (presidente da Venezuela), Evo Morales (Bolívia), Rafael Correa (Equador), Cristina Kirchner (Argentina). Todos, sem exceção, têm intenção de estabelecer relações com os Estados Unidos, disse.

Para Obama, a Cúpula das Américas, que se realiza em Trinidad e Tobago de 17 a 19 de abril, é o cenário ideal para esse relançamento das relações no continente. Obama vai participar de sua primeira reunião com todos os líderes da América Latina, ele terá o cenário ideal para restabelecer a política de convivência democrática e pacífica na região.

Em relação a Cuba, Lula ressaltou que não tinha procuração para falar pelo governo de Raúl Castro. Não sei o que os cubanos querem, eu não falo por eles, afirmou. Mas não existe, do ponto de vista político, sociológico e da racionalidade humana, nada mais que impeça o restabelecimento da relação diplomática entre EUA e Cuba. Não é possível que a gente continue fazendo, no século 21, política com um olhar do que aconteceu no século 20.

(Com informações do jornal "O Estado de S. Paulo")

Leia mais sobre: América Latina

    Leia tudo sobre: lula
    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.