Lula cobra agilidade em obras do PAC, diz ministro

BRASÍLIA - O presidente da República, Luiz Inácio Lula da Silva, reuniu nesta quinta-feira nove ministros e representantes de bancos públicos para avaliar o progresso dos projetos que compõem o Programa de Aceleração do Crescimento (PAC).

Sarah Barros, Último Segundo/Santafé Idéias |

O ministro da Integração Nacional, Geddel Vieira Lima, que estava na reunião, afirmou que Lula cobrou mais agilidade nas obras para que elas realmente saiam do papel. Trabalho, trabalho e trabalho permanentemente, agilidade nas obras para que as coisas aconteçam e saiam do papel, disse.

Geddel disse que não há um problema específico, mas que era uma questão de orientação. O País viveu um determinado momento que a orientação era não gastar para gerar superávit primário e tudo era feito, todas as exigências eram feitas para não gastar. Agora, num momento que tem que gastar, é difícil superar a teia burocrática que às vezes dificulta chegar lá na ponta, explicou.

Ele disse ainda que algumas obras já foram concluídas, mas que há possibilidade de algumas ficarem para o próximo presidente.

Há muitas obras sendo inauguradas, muitas obras avançando, algumas coisas serão inauguradas, outras serão deixadas para o próximo presidente, afinal de contas, o mundo não vai acabar em 2010, afirmou.

Nesta semana, dados Sistema Integrado de Administração Financeira do Governo Federal (Siafi), divulgados pelo PSDB, mostram que apenas R$ 168,9 milhões dos cerca de R$ 20 bilhões do Orçamento da União previstos para o PAC em 2009 foram executados nos três primeiros meses do ano. Seria menos de 1% da verba.

Agência Brasil
Lula reuniu ministros e representantes de bancos nesta quinta-feira

O governo tem reiterado que os projetos do PAC não serão afetados, em termos financeiros, pelo impacto da crise econômica mundial no Brasil. Os cortes no orçamento de 2009, por exemplo, que ficaram em R$ 25,056 bilhões, teriam sido feitos de modo a preservar o programa.

Para acompanhar as atividades em cada setor, o presidente Lula fará reuniões com ministros de cada área. Ainda nesta quinta, estão previstos encontros com os ministros dos Transportes, Alfredo Nascimento, da Integração Nacional, Geddel Vieira Lima, e das Cidades, Márcio Forte.

Além deles, estiveram na reunião desta manhã: a ministra-chefe da Casa Civil, Dilma Rousseff, e os ministros do Meio Ambiente, Carlos Minc, de Minas e Energia, Edson Lobão, da Defesa, Nelson Jobim, e da Controladoria Geral da União, Jorge Hage, o presidente da Petrobras, Sérgio Gabrielli, do Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES), Luciano Coutinho, e da Caixa Econômica Federal (CEF), Maria Fernanda Coelho.

(com informações da Agência Brasil)

Leia mais sobre: PAC

    Leia tudo sobre: pac

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG