Lula: caso Battisti não abala relações com a Itália

O presidente Luiz Inácio Lula da Silva afirmou na tarde de hoje, em Belém, onde participou de reuniões do Fórum Social Mundial, que a concessão de status de refugiado político ao ex-militante esquerdista italiano Cesare Battisti não abalou as relações do Brasil com a Itália. Não é um problema como este que vai abalar uma relação que eu diria que é quase inquebrantável, declarou.

Agência Estado |

Lula disse que o primeiro-ministro italiano, Sílvio Berlusconi, definiu bem a questão em uma nota divulgada hoje, na qual afirma que a relação da Itália com o Brasil é excelente, não seria prejudicada pelo caso Battisti e que faria de tudo para reverter no Judiciário a decisão do governo brasileiro de conceder o refúgio ao ex-militante.

"Há uma decisão do governo brasileiro, tomada pelo ministro da Justiça, e é importante que as pessoas respeitem as decisões soberanas do Brasil", afirmou Lula. "A Itália tem o direito de recorrer ao Poder Judiciário e, na hora em que a Justiça tomar a decisão, seja qual for, não discutiremos. O que é importante é as pessoas compreenderem que a relação Brasil-Itália não será arranhada por causa da decisão."

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG