O presidente Luiz Inácio Lula da Silva cancelou a viagem que faria nesta quinta-feira para Davos, na Suíça, http://ultimosegundo.ig.com.br/brasil/2010/01/28/lula+recebe+alta+do+hospital+em+recife+apos+ser+internado+com+crise+hipertensiva+9379132.html target=_topapós ser internado com crise hipertensiva. O presidente recebeu alta na manhã de hoje, por volta das 7h, e vai passar o fim de semana em São Bernardo do Campo, com familiares, para descansar.

AE
Lula deixa hospital em Recife, após crise hipertensiva

Lula deixa hospital em Recife, após crise hipertensiva

Em Davos, Lula receberia o prêmio de Estadista Global. Os organizadores do Fórum Econômico Mundial decidiram que a cerimônia será mantida e o encarregado de receber o prêmio será o ministro das Relações Exteriores, Celso Amorim.

Representando o Brasil no Fórum, estão, além de Amorim, o ministro da Fazenda, Guido Mantega, e o presidente do Banco Central, Henrique Meirelles, mas os organizadores do evento decidiram que fosse o primeiro que aceitasse o prêmio em nome do presidente.Ainda não se sabe se Amorim fará um discurso próprio ou lerá a mensagem que Lula tinha preparada para oferecer antes de receber o prêmio.

O presidente passou mal quando na Suíça ainda eram cerca de 3h30 desta quinta-feira, por isso os seus anfitriões foram pegos de surpresa pela notícia da emergência.

Lula receberia, das mãos do ex-secretário-geral da ONU, Kofi Annan, o prêmio Estadista Global, que marca os 40 anos da instituição. O evento estava marcado para sexta-feira. Nesta quinta, Lula ficaria na capital suíça, Zurique.

Além desse compromisso, Lula só tinha previsto na agenda um encontro com o criador e presidente do Fórum Econômico Mundial, Klaus Schwab, e com a presidente da Confederação Suíça, Doris Leuthard.

A única vez que Lula foi ao Fórum de Davos, nos Alpes suíços, foi em 2003. Recém-eleito e temido pela elite econômica, ele pediu na época que os países ricos "abrissem os olhos" para a ascensão dos emergentes no cenário mundial e promovessem o crescimento econômico com justiça social.

Ao outorgar o prêmio a Lula, Klaus Schwab disse que as iniciativas brasileiras de fomentar o crescimento e a equidade social são um "exemplo" para os formuladores de políticas públicas.

(*com informações da BBC Brasil)

Leia também:

Leia mais sobre: Lula 

    Leia tudo sobre: lula
    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.