Lula brinca e ameaça atirar sapatos na imprensa

O presidente Luiz Inácio Lula da Silva não está disposto a ser alvo de sapatadas por parte dos jornalistas, como ocorreu com o presidente dos Estados Unidos, George Bush, vítima do gesto que é considerado um dos maiores insultos no Iraque. Pelo contrário.

Agência Estado |

Na abertura da 36ª edição da Couromoda - Feira Internacional de Calçados, Artigos Esportivos e Artefatos de Couro, em São Paulo, Lula ameaçou, em tom de brincadeira, lançar um dos calçados que estavam em um estande na direção dos fotógrafos e cinegrafistas que acompanhavam na visita.

Eles gritavam para que as pessoas que estavam junto ao presidente saíssem da frente enquanto tentavam registrar os melhores ângulos de Lula. "É para vocês fotografarem o sapato", disse, em tom de brincadeira. Mais tarde, em entrevista coletiva, Lula explicou a atitude. "Não, eu não quis dar sapatada. Eu apenas me precavi para vocês não darem em mim", respondeu, sob risos.

Não é a primeira vez que o presidente se refere ao "ataque" sofrido por Bush no dia 14 de dezembro. Durante a cúpula dos países na América Latina, na Costa do Sauipe (BA), no dia 17 de dezembro, Lula brincou, durante entrevista coletiva. "Por favor, ninguém tire o sapato", disse. "Neste calor, se alguém tirar o sapato nós vamos saber na hora por causa do chulé", acrescentou. Também na cúpula, Lula ameaçou atirar os sapatos no presidente da Venezuela, Hugo Chávez, caso seu discurso se prolongasse.

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG