Lula autorizará obras da BR-448 em Sapucaia do Sul-RS

O presidente Luiz Inácio Lula da Silva assinará amanhã, em Sapucaia do Sul, a 25 quilômetros de Porto Alegre, a ordem de serviço para as obras da BR-448, que será construída em 30 meses com investimento de R$ 824,03 milhões. Embora o traçado não seja extenso - a rodovia terá 22 quilômetros -, seu custo foi encarecido pelo fato de contar com quatro e seis pistas, além de medidas para reduzir o impacto ambiental, explicou o superintendente regional do Departamento Nacional de Infraestrutura de Transporte (DNIT), Vladimir Casa.

Agência Estado |

A rodovia partirá de Sapucaia do Sul e servirá de alternativa à BR-116 até Porto Alegre. A BR-116 tem fluxo diário de 135 mil veículos neste trajeto da região metropolitana, dos quais cerca de 40% devem migrar para a BR-448, pelos cálculos do DNIT. O objetivo da rodovia é desafogar o tráfego da BR-116. A etapa mais sensível da estrada, do ponto de vista ambiental, é a que cruza o Parque Delta do Jacuí, onde ela terá 2,6 quilômetros de rodovia elevada, disse Casa. Por causa da área protegida, a BR-448 é chamada de Rodovia do Parque. O projeto também inclui uma ponte estaiada (sustentada por cabos) sobre o Rio Gravataí, pois o vão da obra é extenso e o local não poderia ter pilares para não prejudicar a navegação, explicou o superintendente.

O DNIT estimou que as obras de três viadutos previstos no projeto podem ter início praticamente imediato. A rodovia foi licitada em três trechos e será construída por três consórcios diferentes. Lula viajará ao Rio Grande do Sul acompanhado da ministra-chefe da Casa Civil, Dilma Rousseff, e do ministro dos Transportes, Alfredo Nascimento. Os recursos para a obra sairão do orçamento da União.

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG