BRASÍLIA (Reuters) - O presidente Luiz Inácio Lula da Silva aproveitou nesta quinta-feira a cerimônia de lançamento do Plano Nacional de Formação dos Professores da Educação Básica para ironizar o governador de São Paulo, José Serra (PSDB), principal pré-candidato da oposição para a eleição presidencial de 2010. Vocês nunca mais vão ver nesse país um mapa do Brasil com dois Paraguais...ou tentar fazer educação sexual num livro como se tentou fazer, disse Lula em discurso, referindo-se a livros empregados pelo sistema de educação paulista e que tiveram de ser recolhidos por conter um mapa errado e palavrões.

Lula também desafiou seus sucessores. Disse que, como o próximo presidente terá mais educação que ele, terá de fazer mais realizações no setor.

"Quem vier depois vai ter que saber que não pode fazer menos do que nós fizemos". afirmou. "Deus queira que seja um bicho bem competente mesmo."

Ponderando que os parlamentares sempre aprovaram sem problemas matérias relacionadas à educação, o presidente pediu ao Congresso que aprove os projetos que criam uma universidade voltada aos públicos latino-americano e africano.

"Se vocês (deputados e senadores) aprovarem, pelo menos vocês vão me dar o prazer de lançar a pedra fundamental (da obra das universidades)", destacou.

"A dívida que nós temos com o continente africano a gente não vai conseguir mensurar em dinheiro. A gente não vai conseguir pagar em dinheiro", argumentou.

"O que a gente vai fazer é contribuir com solidariedade com o continente africano e ir pagando na prestação de serviços e na transferência das coisas que nós sabemos, na transferência de tecnologia", acrescentou.

(Reportagem de Fernando Exman)

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.