Lula afirma que governo tem obrigação de manter a paz em Roraima

BRASÍLIA - O presidente da República, Luiz Inácio Lula da Silva, afirmou nesta quinta-feira que o governo federal tem a obrigação de manter a ¿paz e a harmonia¿ na terra indígena Raposa Serra do Sol, em Roraima, até que o Supremo Tribunal Federal (STF) se manifeste sobre a demarcação das terras.

Carollina Andrade - Último Segundo/Santafé Idéias |

A Polícia Federal e a Força Nacional de Segurança vão ficar lá. Nós agora iremos esperar que a Suprema Corte [STF] se manifeste. Quando se manifestar, não cabe a nós ficarmos reclamando ou aplaudindo. O resultado da Suprema Corte vale para o governo, vale para os índios, vale para os brancos, vale para o governador, para os deputados, e todos nós. Estou tranqüilo na espera de que o STF possa votar logo essa decisão", afirmou Lula aos jornalistas.

Lula informou ainda que o governo já tomou todas as medidas cabíveis e possíveis para amenizar os conflitos na região de Raposa Serra do Sol. "Nós fizemos um pacote, temos propostas, mandamos agora uma MP resolvendo o problema das terras de Roraima. [...]Temos a obrigação de manter a paz e a harmonia lá dentro", argumentou.

Leia mais sobre: Raposa Serra do Sol

    Leia tudo sobre: raposa serra do sol

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG