Lula afirma que devolverá lixo enviado do R.Unido

São Paulo, 23 jul (EFE).- O presidente Luiz Inácio Lula da Silva disse hoje, em São Paulo, que o Brasil devolverá ao Reino Unido as toneladas de lixo que chegaram em portos do país no interior de 90 contêineres.

EFE |

"Não queremos importar lixo de ninguém e também não vamos mandar nosso lixo a ninguém (...). Só temos uma saída: devolver esses contêineres", disse Lula na abertura da 5ª Feira Internacional de Produtos Orgânicos e Agroecologia, em São Paulo.

Os contêineres chegaram a diferentes portos brasileiros repletos de dejetos domésticos, banheiros químicos, fraldas, preservativos, seringas usadas e lixo eletrônico.

O primeiro carregamento, que chegou a um porto do Rio Grande do Sul, foi descoberto após uma denúncia anônima a fiscais da alfândega, que suspeitam que alguns dos contêineres estejam no país desde novembro do ano passado.

O presidente aproveitou a repercussão do assunto na imprensa para criticar as barreiras que a União Europeia (UE) impõe a alguns produtos brasileiros, como o etanol, por sua suposta agressividade ao meio ambiente.

"Eles (membros da UE) são tão limpos e querem descontaminar tanto que nos enviam uma montanha de lixo e dizem que é para reciclar.

Quem vai reciclar preservativos? Quem vai reciclar lixo hospitalar pegar uma seringa e usá-la de novo?", ironizou.

O Ministério das Relações Exteriores informou ontem que pretende denunciar o Reino Unido por tráfico de resíduos perigosos, já que ambos os países são signatários da Convenção de Basiléia, que proíbe a atividade. EFE az/sc

    Leia tudo sobre: lula

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG