Lula aceita pedido de demissão de Marina Silva

O Palácio do Planalto informou no início da noite de hoje que o presidente Luiz Inácio Lula da Silva leu a carta encaminhada pela ministra do Meio Ambiente, Marina Silva, na qual ela pede demissão, e aceitou o seu pedido, em caráter pessoal e irrevogável. Na carta, Marina Silva disse que esta difícil decisão decorreu das dificuldades que tem enfrentado há algum tempo para dar prosseguimento à agenda ambiental federal.

Agência Estado |

Depois de fazer um balanço de sua gestão, assegurando que "fizemos muito", a ex-ministra Marina salientou em sua carta que "tem o sentimento de estar fechando um ciclo cujos resultados foram significativos, apesar das dificuldades". Para ela, a melhor forma de continuar contribuindo com a sociedade brasileira e o governo é "buscando, no Congresso, o apoio político fundamental para a consolidação de tudo que o que conseguimos construir e para a continuidade da implementação da política ambiental".

Ela encerrou a carta destacando que o trabalho de sua equipe à frente do Ministério do Meio Ambiente "incorporou conquistas de gestões anteriores e procurou dar continuidade àquelas políticas que apontavam para a opção do desenvolvimento sustentável". E completou: "certamente os próximos dirigentes farão o mesmo com a contribuição deixada por esta gestão. Deixo seu governo com a consciência tranqüila e certa de, nesses anos de profícuo relacionamento, termos feito algo de relevante para o Brasil". A carta foi entregue ao chefe de gabinete do presidente Lula, Gilberto Carvalho.

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG