O jornalista e crítico de música clássica Luiz Paulo Horta foi eleito com 23 votos o novo ocupante da cadeira de número 23 da Academia Brasileira de Letras (ABL), que era ocupada até maio pela escritora Zélia Gattai. O segundo colocado foi o escritor Ziraldo, com 11 votos.

Houve ainda 4 votos nulos e um branco. Trinta acadêmicos estiveram presentes. Os demais votaram por carta.

A vaga foi inaugurada pelo escritor Machado de Assis, que escolheu como patrono José de Alencar. Jorge Amado ocupou a vaga por quatro décadas e sua mulher, Zélia, o substituiu por sete anos. Nas prévias informais, Horta já aparecia como favorito. Também estavam no páreo os escritores Antônio Torres, a historiadora Isabel Lustosa e o crítico literário Fábio Lucas.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.