Em cerimônia realizada na Assembleia Legislativa de Santa Catarina, o governador Luiz Henrique da Silveira (PMDB), transmitiu, no final da manhã desta quinta, o cargo para seu vice, Leonel Pavan (PSDB). Luiz Henrique cumpria o seu segundo mandato à frente do governo catarinense e deve disputar uma vaga no Senado nas eleições de outubro.

Em seu discurso, segundo o portal do governo de Santa Catarina, Luiz Henrique fez um balanço de seu governo, destacando as obras realizadas e a expansão da economia. "Nesses sete últimos anos, o tamanho da nossa economia mais do que dobrou. Em 2002, o Produto Interno Bruto (PIB) de Santa Catarina era de R$ 55,713 bilhões. Fechamos 2008 com um PIB de R$ 118,962 bilhões, superando a soma dos PIBs do Uruguai, Paraguai e Bolívia, juntos", disse.

Antes de ocupar o governo catarinense, Luiz Henrique foi deputado estadual e federal, e ocupou por duas gestões a prefeitura de Joinville. Foi ainda ministro da Ciência e Tecnologia no Governo de José Sarney, entre 1987 e 1988.

Já o novo governador, Leonel Pavan, foi prefeito de Balneário Camboriú por três vezes e também senador. Nesta quinta, ele manifestou que pretende manter uma linha de continuidade. Enquanto ocupou o cargo de vice-governador, enfrentou críticas da oposição e até mesmo um processo do Ministério Público por suposta violação de sigilo funcional e prática de advocacia administrativa.

Segundo o MP, Pavan teria recebido R$ 100 mil para ajudar empresários do setor de distribuição de combustíveis a recuperar a inscrição fiscal de uma empresa, que havia sido cancelada por sonegação. Em fevereiro, o juiz Luiz Antonio Fornerolli, da Unidade da Fazenda de Florianópolis, negou pedido do MP, que queria o afastamento de Pavan do cargo.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.