Lucro da EMBRAER cai para R$38,3 mi no 1o tri

SÃO PAULO (Reuters) - A fabricante de aviões Embraer divulgou no final da noite de quarta-feira que teve lucro líquido de 38,3 milhões de reais no primeiro trimestre, queda acentuada ante ganho de 152,1 milhões de reais registrado no mesmo período do ano passado. O primeiro trimestre foi marcado por pedidos de cancelamento de aeronaves no segmento de aviação executiva e adiamento de entregas no segmento de aviação comercial, por conta da forte desaceleração econômica mundial, informou a companhia no balanço.

Reuters |

No quarto trimestre, auge da crise financeira internacional, a companhia sofreu prejuízo líquido de 40,6 milhões de reais.

A geração de caixa medida pelo Ebitda (sigla em inglês para lucro antes de juros, impostos, depreciação e amortização) totalizou 209,6 milhões de reais nos três primeiros meses deste ano, com margem de 7,9 por cento. De janeiro a março de 2008, o Ebitda tinha ficado em 227,7 milhões de reais, com margem de 9,8 por cento.

A receita líquida somou 2,67 bilhões de reais, avançando sobre o faturamento de 2,32 bilhões de reais obtido um ano antes.

A companhia entregou 40 aeronaves no primeiro trimestre deste ano, o que representa uma queda de 11,11 por cento em relação ao total de 45 jatos no mesmo período do ano passado. Dos aviões entregues de janeiro a março, 32 foram para o segmento de aviação comercial e oito para o de aviação executiva.

A fabricante de jatos terminou março com 19,7 bilhões de dólares de pedidos firmes em carteira, abaixo dos 20,9 bilhões de dólares do final de dezembro e dos 20,3 bilhões de dólares no encerramento do primeiro trimestre de 2008.

Em fevereiro, a empresa anunciou corte de 20 por cento de sua força de trabalho diante da queda drástica na demanda e revisou projeção de entregas de aviões em 2009 de 270 para 242 aeronaves.

A companhia informou que o custo das demissões gerou impacto negativo no resultado operacional do trimestre de 76 milhões de reais.

(Por Alberto Alerigi Jr.)

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG