Luciana Genro é notificada sobre pedido de cassação

A deputada federal Luciana Genro (PSOL-RS) foi notificada hoje da representação do líder do PSDB na Câmara, José Aníbal (SP), que pede a cassação de seu mandato por quebra de decoro parlamentar. Aníbal acusa a deputada de ter apresentado denúncia sem provas contra a governadora do Rio Grande do Sul, a tucana Yeda Crusius.

Agência Estado |

Luciana já tem pronta a defesa, na qual usará como principal argumento o direito constitucional dos parlamentares da "inviolabilidade da palavra, da opinião e do voto". Há duas semanas, a deputada disse haver fitas que comprovam prática de caixa dois na campanha do PSDB no Rio Grande do Sul. "As provas estão no Ministério Público", afirmou hoje a deputada.

A deputada foi notificada pelo corregedor da Câmara, Antonio Carlos Magalhães Neto (DEM-BA), que decidirá se recomendará abertura de processo ou arquivamento. Ela foi à corregedoria acompanhada dos colegas do PSOL e da presidente nacional do partido, a ex-senadora e agora vereadora em Maceió Heloísa Helena.

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG