Louvre anuncia obras inéditas que podem ser de Da Vinci

Paris, 18 dez (EFE).- O Museu do Louvre informou hoje o descobrimento de três desenhos inéditos na parte posterior do quadro A Virgem, o Menino e Santa Ana, de Leonardo da Vinci (1452-1519), que poderiam ser obra do artista italiano.

EFE |

A descoberta, da qual agora se investigam origem e autoria, foi feita por um funcionário do Louvre que observou atrás do famoso quadro marcas quase não visíveis de uma cabeça de cavalo e da parte de um crânio, informou o museu em comunicado.

Um terceiro desenho, que representa o Menino Jesus e um cordeiro, apareceu depois que as tecnologias mais recentes foram aplicadas ao célebre quadro.

As imagens inéditas foram encontradas em sua parte posterior, formada por quatro pranchas verticais de álamo reunidas por dois travessões horizontais.

Até agora elas tinham passado despercebidas nas raras mudanças do famoso e pesado quadro de madeira, que mede 168,4 centímetros de altura por 129,9 de largura, afirmou o Louvre.

Segundo seus especialistas, o estilo dos três desenhos lembra o de Leonardo de Vinci, por isso não se descarta que o gênio renascentista seja também seu autor.

O Museu do Louvre e o Centro de Pesquisa e Restauração dos Museus da França empreenderam em 2004, com "Mona Lisa", um exame sistemático de todos os quadros de Leonardo da Vinci em sua posse.

Estudado em 2008, o quadro "A Virgem, o Menino e Santa Ana" é o segundo analisado dentro deste plano. EFE lg/ab/jp

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG