Louvre adquire uma das últimas jóias da Coroa da França

Uma das últimas jóias ainda intactas da Coroa da França, um broche composto por 2.634 diamantes que pertenceu à imperatriz Eugenia, esposa de Napoleão III, fará parte das coleções do Museu do Louvre, anunciou nesta terça-feira esta instituição.

AFP |

Esta jóia, em forma de laço de 11 cm de largura, conhecida como "noeud de corsage", foi adquirido no dia 18 de abril na casa Christie's de Nova York, por 6,72 milhões de euros, indicou o comunicado.

Até agora estava em mãos de um particular nos Estados Unidos desde que em 1887 foram dispersadas as jóias da Coroa.

O broche possui 2.634 diamantes, entre eles 196 em forma de rosas e 2.438 brilhantes, com um total de 140 quilates.

Criado em 1855 pelo joalheiro François Kramer, em 1864, a imperatriz pediu que sua forma fosse modificada. Foi uma de suas jóias preferidas.

O tesouro das jóias da Coroa, constituído a partir do reinado de Francisco I, foi confiscado durante a Revolução Francesa e posto à venda em 1887, à exceção de algumas pedras históricas.

O Museu do Louvre adquiriu nestes últimos anos algumas jóias ainda intactas, expostas na galeria Apolo, onde também será possível contemplar o grande broche da imperatriz.

ff/dm/sd

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG