Lobby existe no Brasil e precisa ser regulamentado, defende Tarso

O ministro da Justiça, Tarso Genro, defendeu nesta quarta-feira a regulamentação do lobby no Brasil, com a definição de consequências penais ¿duras¿ para casos considerados ilegítimos.

Agência Brasil |

Agência Brasil
Tarso durante entrevista

Tarso durante entrevista

Ao participar de entrevista a emissoras de rádio durante o programa Bom Dia, Ministro, ele avaliou que a movimentação de influência pode se dar de maneira legítima, mas que é preciso punir o que ocorre na zona gris (nebulosa, de indefinição).

O lobby existe sobre o Estado em todas as suas esferas. Não há dúvida de que existem grupos de influência, legítima ou corruptora, disse. Segundo Tarso, o objetivo da regulamentação do lobby é evitar que a proteção de interesses gere um trato desigual.

Para o ministro da Controladoria-Geral da União (CGU), Jorge Hage, é preciso distinguir o lobby legítimo do "criminoso". Diferentes grupos sociais têm o direito de se manifestar, mas temos a necessidade de dar maior transparência a esse jogo de influência, afirmou.

Leia mais sobre Tarso Genro

    Leia tudo sobre: tarso genro

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG