O ministro de Minas e Energia, Edison Lobão, se recusou a comentar as denúncias contra o empresário Fernando Sarney, filho do presidente do Senado, José Sarney (PMDB-AP). Estamos tratando aqui de energia eólica e de outras formas de energia.

E eu preferia ficar circunscrito a esses temas", disse o ministro, que concedeu hoje entrevista coletiva para falar do leilão de energia eólica que o governo realizará em novembro.

Lobão acrescentou que não viu os depoimentos de Fernando Sarney à Polícia Federal (PF). "Não me sinto em condições de falar sobre esse assunto", disse. Senador licenciado pelo PMDB do Maranhão, Lobão é um dos principais aliados políticos do presidente do Senado. Fernando Sarney foi interrogado ontem pela Superintendência da PF do Maranhão. Ele está sendo investigado por supostos crimes de lavagem de dinheiro, evasão de divisas e formação de quadrilha.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.