gerente Dilma em inauguração na BA - Brasil - iG" /

Lobão enaltece a gerente Dilma em inauguração na BA

O ministro de Minas e Energia, Edison Lobão, aproveitou a cerimônia de inauguração da primeira unidade de biodiesel da Petrobras na Bahia para ressaltar a importância do programa para o País e o peso administrativo da ministra chefe da Casa Civil, Dilma Rousseff, em levar este projeto adiante. Ele lembrou na cerimônia que todos os projetos de desenvolvimento que hoje estão sendo levados adiante no País não seriam possíveis se o presidente Lula não tivesse incluído nesta sua imaginação o maior de todos os projetos do País, que é o PAC (Programa de Aceleração do Crescimento).

Agência Estado |

"Além disso, esse programa não seria o que é se o senhor não tivesse, presidente, a sua testa, o gerente, o administrador que tem, que é a ministra Dilma", afirmou

Dirigindo-se a Lula, Lobão complementou que é "testemunha do sacrifício da ministra para tocar o programa adiante". "Grandes causas exigem grandes sacrifícios e este é feito em nome de todo o povo brasileiro". O ministro ainda destacou em seu discurso que o Brasil está desenvolvendo o programa de biocombustível em paralelo ao fato de ter encontrado reservas de petróleo. "Uma verdade é que petróleo está se esvaindo. Outra verdade é a necessidade de cuidado que a humanidade tem que ter com o meio ambiente".

Ele lembrou que na primeira crise do petróleo o Brasil foi uma nação "madrugadora" e emprestou US$ 700 milhões para iniciar o seu projeto. "Hoje sou testemunha das críticas que o programa recebe, críticas equivocadas. Estive com o presidente Lula no Peru e tive o dissabor de ouvir de um representante da comunidade européia que a iniciativa brasileira era também responsável pela elevação dos preços dos alimentos no mundo. Tive de dizer a ele que temos mais de 80 milhões de hectares, nos quais podemos plantar todos os alimentos que precisamos e, inclusive, para exportar. Poucos países têm condições tão privilegiadas ou desenvolvidas nesta área como o Brasil, que é produzir alimentos e combustíveis sem que um afete o outro", disse.

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG