Livros escolares vão para o lixo no interior de São Paulo e diretora de escola é afastada

SÃO PAULO - A Secretaria da Educação do Estado de São Paulo afastou nesta terça-feira a diretora e a vice-diretora da escola Eugênia Vilhena, em Ribeirão Preto, interior do Estado, depois que livros didáticos da rede estadual de ensino foram encontrados em uma caçamba de lixo na periferia da cidade.

Agência Estado |

Em nota, a secretaria frisou que "não admite que culpem os alunos antes de que qualquer apuração seja concluída e que haja tal descaso para com o bem público, no caso, os cadernos escolares".

A quantidade de livros abandonados ainda é desconhecida, mas a estimativa inicial dá conta de que são milhares. A maior parte do material ainda não havia sido usada pelos alunos e muitos livros ainda estão embalados.

Os exemplares de várias disciplinas do ensino médio, como filosofia, química, língua portuguesa e matemática foram achados nesta segunda-feira. O caso está sendo investigado pela Polícia Civil e pelo Ministério Público.

Leia mais sobre: educação

    Leia tudo sobre: educaçãolivroribeirão preto

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG