Livros discutem da sanidade mental à forma física após gestação

Para quem gosta da leitura sobre saúde e bem-estar, as novidades nas livrarias vão ajudar dos interessados em psicanálise, alternativos e até gestantes. Em Louco para ser normal, de Adam Phillips, com tradução de Maria L.

Agência Estado |

de A. Borges (editora Jorge Zahar), a discussão entre sanidade e loucura é leve e interessante. Na história da humanidade, a sanidade é vista com bons olhos, a loucura é que desperta debates e curiosidade.

Neste livro, o psicanalista Adam Phillips visita as definições dos dicionários, além de evocar os usos literários e históricos de são e louco. Vai da psicanálise de Melanie Klein e D.W. Winnicott à literatura de Shakespeare e George Orwell, passando pela biologia de Richard Dawkins. Phillips tenta, no fim, definir o conceito atual de sanidade.

Já o psicólogo Flávio Gikovate trata do vício do cigarro, lembrando que a dependência também é física. Como ex-fumante, mostra que parar de fumar é uma das coisas mais difíceis da vida e, ao mesmo tempo, uma das mais gratificantes para quem consegue se manter firme na vitória. Gikovate se debruça na questão de como se desenvolvem os vícios: reflete sobre como o sentimento de desamparo pode ser terreno propício para "apegar-se" a objetos como cigarro.

Gestante

Para a maioria das mulheres, o período de recuperação da boa forma depois do nascimento do bebê é bastante delicado. Em "Fique em Forma Depois da Gravidez", da professora de ginástica Deborah Mackin (Publifolha), as mães contam com um guia para voltar à forma física depois do parto, conciliando exercícios físicos com a rotina de atividades com o bebê. O livro apresenta um detalhado programa de exercícios de aquecimento, abdominais, alongamento, relaxamento e aeróbica.

Já os adeptos da medicina alternativa, "O Gestual dos Florais de Bach", de Wagner Bellucco (Pensamento), explica de forma simples os sentimentos negativos que podem resultar em comportamentos que prejudicam a qualidade de vida. Os 38 florais descobertos pelo Dr. Edward Bach são divididos em sete categorias, para combater falta de interesse, solidão, medo, insegurança, hipersensibilidade, desânimo e desespero e preocupação excessiva.

AE

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG