A Biblioteca do estado da Baviera (sul de Alemanha) entregará aos Arquivos Thomas Mann, de Zurique (Suíça), os livros da biblioteca particular do escritor alemão, que haviam sido roubados pelos nazistas, anunciou a instituição, nesta quarta-feira.

São 75 volumes, muitos deles com anotações, de traduções em diferentes línguas estrangeiras das obras desse escritor antinazismo, acrescentou a biblioteca, em um comunicado.

O autor de "Buddenbrook", "A montanha mágica", "Morte em Veneza", entre outros, fugiu da Baviera em 1933 para se instalar perto de Zurique. Em agosto, sua casa na capital bávara, Munique, foi ocupada pelos nazistas, mas, nos meses anteriores, a família já havia conseguido transferir para a Suíça cerca de dois terços de sua biblioteca.

O restante foi apreendido pelos nazistas, que depositaram uma parte na biblioteca do estado da Baviera, completou a própria instituição.

Thomas Mann, Prêmio Nobel de Literatura em 1929, foi despojado de sua nacionalidade alemã em 1936. Após um período de exílio nos Estados Unidos, entre 1939 e 1952, faleceu na Suíça, em 1955.

Em 1999, as instituições públicas alemãs se comprometeram a devolver os bens culturais às pessoas despojadas pelos nazis, ou a seus herdeiros.

fjb/tt

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.