Lisboa acolhe o melhor do cinema contemporâneo brasileiro

Lisboa, 5 nov (EFE).- A 4ª Mostra de Cinema Brasileiro, que começa hoje e termina no domingo, exibirá em Lisboa o que há de melhor entre as produções nacionais recentes, em uma edição que homenageará Domingos de Oliveira e Matheus Nachtergaele.

EFE |

Segundo os organizadores explicaram à Agência Efe, a mostra, que conta com 12 filmes, agrupa especialmente obras de 2008, com exceção de alguns trabalhos mais antigos que fazem parte do acervo dos homenageados.

Na abertura será projetado "Juventude" (2008), um filme de Domingos de Oliveira. Aos 73 anos, o cineasta, que começou no teatro e dirigiu atores como Fernanda Montenegro e Marília Pera, será também homenageado com a exibição de "Feminices" (2005), "Separações" (2003) e "Carreiras" (2005).

Já Matheus Nachtergaele apresentará na capital lusa seu primeiro longa-metragem, "A Festa da Menina Morta" (2008), que recebeu vários prêmios no Brasil e no exterior.

Serão exibidos também trabalhos de Nachtergaele como ator, entre eles "O Auto da Compadecida" (2000), de Guel Arraes.

"Meu nome não é Johnny" (2008), de Mauro Lima, é uma das grandes atrações da mostra. O gênero de documentário estará representado por "Santiago" (2007), de João Moreira Salles.

"Chega de Saudade" (2008), de Laís Bodanzky; "A concepção" (2006); de José Eduardo Belmonte; e "Tapete Vermelho" (2006), de Luiz Alberto Pereira, estão também entre os filmes que serão exibidos.

A Mostra de Cinema Brasileiro é uma iniciativa da Fundação Luso-Brasileira, entidade com sede no Rio de Janeiro e em Lisboa cuja meta é reforçar a troca cultural entre os dois países. EFE bbr/rr

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG